Impostos sobre a pessoa física no Brasil

Tenho postado frequente no Facebook e no Twitter @clebermiranda10 a respeito dos impostos que incidem sobre a pessoa física no Brasil.
Diversas pessoas e instituições estão engajados nessa luta.

Trabalhamos todos os anos até maio só para pagar impostos, taxas e contribuições.

Vale lembrar a você brasileiro que VOCÊ paga uma das maiores cargas tributárias do mundo.

Quando vai ao supermercado o tributo está embutido no preço dos produtos.

Além disso nossa gasolina tem mais de 50% de tributos.

Revolte-se. Vamos mudar nosso país.

Mesmo nos investimentos pagamos IOF e IR. É um horror.

Vou falar muito disso ainda. Só como uma dica fica aqui os principais pesos tributários sobre cada
um:

EXEMPLO DOS MAIORES TRIBUTOS DO BRASIL

ICMS – Incide sobre tudo o que você compra;
IR – Incide sobre o seu salário e pode chegar a 27,5% de tudo o que ganha como Pessoa Física;
INSS – Incide em até 11% sobre um teto de R$ 5.531,31 (2017)

Pagamos tantos impostos (forma genérica de me referir aos tributos) que é quase impossível que uma pessoa comum saiba distinguir todos.

É muita coisa. Muito tributo. O peso é grande e os brasileiros são muito pacatos nesse assunto. A gente não vê a revolta quanto a isso.

Quem paga mais tributo? Ora, quem mais produz riqueza. Quem produz mais entrega mais para quem produz menos. É barra pesada.

AQUI você poderá ver uma simulação dos impostos sobre cada produto que consome.

Cléber Miranda

O Milionário mora ao lado

O Milionário Mora ao Lado

O Segredo dos afluentes americanos

Lí esse livro espetacular de Willian D. Danko e Thomas J. Stanley. Leitura obrigatória para quem quer buscar conhecimento sobre como as pessoas comuns acumulam grandes quantidades de dinheiro nos EUA.
Hoje quero abordar o aspecto tributário do livro. Lá as pessoas podem não realizar renda e assim fugir da tributação do IR. Esse imposto hoje no nosso país está “sobre taxado”, ou seja, está incidindo sobre a base de outros tributos e está muito defasado.
Uma pessoa que ganha 3 salários mínimos já entra na faixa de 7,5% do IR. Só não paga devido à exclusão do INSS.
Uma pessoa que não tenha dependentes (esses exemplos são de pessoas que são empregadas) já paga IR. Isso é ridículo.
Assim, os assalariados estão em grande desvantagem na acumulação de riqueza devido à mordida forte do leão na sua renda. Existe alternativa? Claro. Qual? Frugalidade. Poupança. Com muita disciplina.

O_Milionario_Mora_ao_Lado
                                                  Capa do Livro O Milionário Mora ao Lado

Imposto de Renda

Pra começar nosso imposto de renda é sobre o faturamento das pessoas empregadas. Como o IR incide sobre o lucro das empresas e sobre o honorário dos autônomos.
Sugestão: O Imposto de Renda descontar algumas modalidades de investimento, aumentar as deduções de INSS, empregada doméstica, educação, saúde, dentre outros.
Por aqui não temos a figura da renda realizada ou renda tributada.