Conheça o Sistema Financeiro Nacional – SFN e como se organiza o Mercado Financeiro no Brasil

Os Sistema Financeiro nacional está organizado e dele fazem parte instituições públicas e privadas.

A organização do sistema financeiro se dá como na figura abaixo:

SFN - Sistema Financeiro Nacional
Sistema Financeiro Nacional Mercado Financeiro no Brasil

Todo o SFN está organizado sob as ordens do CMN – Concelho Monetário Nacional que é o órgão máximo do sistema Financeiro Nacional. Fazem parte do CMN o Ministro da Fazenda, o Ministro do Planejamento e o Presidente do Banco Central.

Além do Banco Central que regula o funcionamento dos bancos, temos a CVM – Comissão de Valores mobiliários que regula o funcionamento da Bolsa de Valores e demais valores mobiliários como Fundos de Investimento.

Ambos, Bacen e CVM são autarquias federais que estão subordinadas ao Ministério da Fazenda.

Assim, agentes Superavitários (pessoas e empresas que possuem recursos sobrando) entregam dinheiro a instituições financeiras que os repassa aos agentes Deficitários (pessoas e empresas/governo que precisam de recursos).

Então o Mercado Financeiro não é um lugar físico mas um mercado que está organizado em todo o mundo e tem o objetivo de fazer agentes DEFICITÁRIOS e agentes SUPERAVITÁRIOS se encontrarem.

O mercado financeiro faz esse encontro mágico de graça? Claro que não.

Se eu deposito dinheiro no banco a 1% ao mês esse banco empresa esse dinheiro a 3% a outra pessoa que precisa de dinheiro. Essa diferença entre o 1% que o banco paga a mim e os 3% que recebe do cliente que tomou emprestado damos o nome de SPREAD.

SPREAD – É a diferença entre a remuneração que o banco paga aos poupadores e a que ele recebe dos tomadores de recursos.

É isso. O Mercado Financeiro é esse encontro de gente que tem dinheiro com gente que precisa de dinheiro para satisfazer as mais diversas necessidades de recursos.

Dentre as grandes instituições que atuam no Mercado Financeiro nacional, temos a Bolsa de Valores que movimenta bilhões de reais todos os dias, temos as Corretoras e Distribuidoras de Valores Mobiliários, temos o Banco do Brasil que é o maior banco múltiplo do mercado e ainda faz o papel de agente financeiro do governo mesmo sendo uma Sociedade de Economia Mista.

A Caixa Econômica Federal ou simplesmente Caixa como a conhecemos hoje é uma instituição governamental, uma empresa estatal, com capital 100% controlado pelo governo.

Assim como o Banco do Brasil, a Caixa atual em diversos setores como distribuição de fundos de investimento, gestão de fundos, emissão de cartões de crédito, crédito ao consumidor, a empresas e ainda opera os programas sociais do governos como PIS, FGTS e é o maior financiador da casa própria no Brasil.

Previdência Complementar

Além da área bancária e bolsa de valores o Conselho Monetário Nacional ainda possui uma área ligada à Previdência Complementar ou Planos de Previdência Privada. Trata-se do Conselho Nacional de Previdência Complementar que possui como órgão supervisor a PREVIC – Superintendência Nacional de Previdência Complementar. As entidades de previdência abertos e fechados são supervisionados e regulados pela Previc.

Seguros Privados

Na área de seguros temos o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) e o órgão supervisor é a SUSEP – Superintendência de Seguros Privados que regula a área de seguros privados, sejam pessoais ou empresariais. O IRB – Instituto de Resseguros do Brasil é uma das instituições que compõem esse ecossistema.

DEPÓSITOS À VISTA

Os depósitos à vista são os valores que estão na conta corrente ou na poupança. São valores que estão à disposição do poupador a qualquer momento. Esses valores possuem liquidez imediata.

DEPÓSITOS À PRAZO

São valores depositados nos bancos com prazo para resgate. Trata-se principalmente dos recursos depositados nos CDBs – Certificados de Depósito Bancário. Esse produto bancário é muito popular e de simples operação. Existem CDBs pré e pós fixados. Os CDBs pré-fixados normalmente são de curto prazo. Os CDBs pós fixados possuem prazo de até 5000 dias.

Veja no vídeo dicas sobre CDB:

 

Veja no vídeo abaixo algumas dicas sobre Renda Fixa pré e pós-fixada:

No caso da renda fixa privada temos um seguro chamado FGC:

 

Além dos depósitos à vista e dos depósitos à prazo ainda temos os DEPÓSITOS COMPULSÓRIOS.

DEPÓSITOS COMPULSÓRIOS

Depósitos Compulsórios ou Recolhimento Compulsório é uma regra do Banco Central para regular a circulação de moeda na economia.

O Banco Central apresenta detalhes sobre o Compulsório: https://www.bcb.gov.br/htms/novaPaginaSPB/compulsorios.asp

Simplificando o depósito compulsório é parte dos depósitos à vista e à prazo que devem ser recolhidos ao Bacen.

Segundo o Bacen o depósito compulsório atual está em:

 depósitos à vista – 45%

 depósitos a prazo – 36%

 depósitos de poupança – 30%.

O Sistema Financeiro Nacional – SFN é grande e complexo. São muitas instituições e agentes atuando o tempo inteiro.

CRIAÇÃO DE MOEDA ESCRITURAL

Você sabia que os sistema bancário cria dinheiro? Isso mesmo.

As instituições podem ser monetárias ou não-monetárias. O que seria uma instituição não-monetária? Instituições não monetárias ( ou não-financeiras) são as entidades que não fazem captação de depósitos à vista (não operam com depósitos à vista).

Já as instituições financeiras monetárias são aquelas que captam depósitos à vista e com essa atividade “criam moeda“. É o chamado Multiplicador Bancário.

Multiplicador bancário ou Multiplicador monetário é a capacidade que os bancos tem de ampliar a Base Monetária, emprestando dinheiro e cobrando juros.

Olha só como funciona: O banco depositário pode realizar empréstimos com parte do dinheiro do correntista, que dificilmente irá sacar todo o seu dinheiro de uma só vez.

Por lei, o banco precisa guardar apenas uma pequena fração do dinheiro depositado [recolhimento compulsório, que falamos acima], podendo emprestar o restante.

Imagine o seguinte: Uma pessoa deposita R$ 1.000,00 no banco “Bom Crédito” e que o recolhimento compulsório é de 10%. O banco empresta 90% do dinheiro, ou seja, R$ 900,00 para algum cliente.

Imagine que dois clientes peguem esse dinheiro, um R$ 500,00 para pagar alguma dívida e outro R$ 400,00 para comprar uma TV.

Se o vendedor da TV e o que recebeu o pagamento da dívida depositam no banco de preferência dele, o banco “Mais Grana”, temos aí R$ 900,00 depositados em outro banco.

O banco por sua vez também retém 10%.

Então, desses R$ 900,00 vai depositar na conta “Reservas Bancárias” junto ao Banco Central e pode conceder crédito de R$ 810,00 para outro cliente.

Observe que esses R$ 810,00 são oriundos daqueles R$ 1.000,00 iniciais. 

Isso é possível graças ao fenômeno do “multiplicador bancário”. 

Na verdade, não é criado mais moeda física e sim moeda escritural. É aquela que só existe eletronicamente. 

Esse ciclo ocorre várias e várias vezes.

As informações sobre Criação de Moeda Escritural são de: http://www.evplayer.com.br/loja/material-demonstrativo/bacen-sistema-financeiro-nacional-e-sistema-de-pagamentos-brasileiro

CONCLUINDO

Do exemplo de moeda escritural depreende-se que se a qualquer momento todas as pessoas resolverem sacar o seu dinheiro do banco simplesmente seria o caos. Primeiro porque esse dinheiro não existe e depois porque ele não está totalmente disponível.

 

Fale comigo: cleber9998@gmail.com

Curta nosso canal no Youtube

Curta nossa página no Facebook

Persistência – Og Mandino

Persistência é uma das palavras de que mais gosto.

Essa é uma das qualidades humanas mais importantes para vencermos na vida.

Se não servir para vencer, serve para aguentar os perrengues enquanto prosseguimos em nossa missão.

Sempre menciono que quero mais Persistência, Paciência e Disciplina para resolver os problemas e encontrar soluções na vida.

Veja no vídeo abaixo o Pergaminho #3 do livro O Maior Vendedor do Mundo.

O livro é ótimo e as lições dos pergaminhos são muito úteis.

Curta nosso canal no youtube para receber mais novidades, motivação e ferramentas para a sua Educação Financeira diária.

Um abraço

 

Cléber Miranda

cleber9998@gmail.cm

NOSSOS VALORES

Nossos Valores

  • Honestidade a qualquer custo;
  • O amor ao trabalho. O trabalho como forma de crescer na vida;
  • O conhecimento como principal matéria prima de produção;
  • A pontualidade como respeito ao próximo;
  • O respeito às regras e leis;
  • O amor pelo país e seus símbolos;
  • A solidariedade;
  • A eficiência e eficácia como metas de trabalho, em qualquer tipo de organização.

Essa declaração de valores é um guia de atuação diária. Esse é meu norte para fazer escolhas pessoais e profissionais.

Faça uma também. Veja aquilo em que acredita e aquilo de que não abre mão.

Fale comigo cleber9998@gmail.com

Ser pobre

O que é ser pobre? A grande maioria dos brasileiros, ainda, é pobre. Isso tem mudado bastante para uma situação mais confortável com aumento do número de pessoas na classe C.

Mas afinal  o que é ser pobre? Os institutos de pesquisa como o IBGE usam o Paridade Poder de Compra (PPC). Se você tiver uma máquina de lavar na sua casa, um computador, um secador de cabelo, você pode ser considerado de classe média ou até mesmo rico por critérios estatísticos.

Tenho dito algumas vezes que a pobreza tem dois aspectos:

1) ESTATÍSTICA:, se você romper com determinado patamar de rendimento como família você deixa de ser pobre; 2) COMPORTAMENTAL-PSICOLÓGICA: Nesse ponto o buraco é mais embaixo. Grandes escritores e empreendedores já identificaram características dos pobres e compararam com características, comportamentais dos ricos.
Particularmente penso que pobreza é mais comportamental e psicológica que estatística e se revela na falta de ambição, falta de assunção de responsabilidade por mudar a situação. Não será uma estatística oficial ou o cálculo do número de eletrodomésticos que irá definir minha situação de vida.
É necessário considerar os casos extremos de incapacidade para o trabalho, mas na maioria das vezes alguém que reclama bastante da vida tende a ser pobre.

Aqui temos a questão da postura diante da vida, dos desafios e das oportunidades.

Nós, brasileiros, temos um comportamento pobre a respeito de responsabilidade. Nós ficamos esperando alguém fazer alguma coisa a respeito. Ora bolas, mas é a minha vida, eu não vou esperar por ninguém. Você vai esperar o Congresso Nacional? O Lula? Ou quem? Da sua vida cuida você, da minha cuido eu. Ficar esperando vem junto com outra característica tupiniquim bastante danosa, humilda exagerada. Li um texto em inglês que dizia que pobre é bom ouvinte e obediente. Pobre anda de cabeça baixa, quase pedindo desculpas à vida por ter nascido.

Pobre diz que a conta que chegou na sua casa para ele pagar é injusta. Meus caros, salvo raríssimas exceções, quando uma conta chega na sua casa é porque você comprou algo, usou um serviço, ou pior ainda, pegou dinheiro emprestado. There’s no free lunch! Não existe almoço grátis.

Vou falar mais disso.

Nada é de graça nessa vida. Melhorar de vida exige disciplina e dedicação. Exige plantar antes para colher depois. Sempre existe recompensa para quem ‘planta’.

Nós precisamos criar uma geração de empreendedores confiantes, com ou sem dinheiro, mas que resolva mudar o curso da nossa triste história.

Cuide do que é seu, porque é seu.
É PRA JÁ

Estamos no FACEBOOK e no YOUTUBE.

Que tal começar a mudar sua vida financeira? Poupe hoje.

Entre em contato: cleber9998@gmail.com

13º salário – abono natalino

Fim de ano chegando. Nessa época todos os assalariados recebem 13º salário. Alguns recebem participação nos lucros, bônus e outros mais. Quem tem negócio próprio também tem 13º, nesse período do ano as vendas aumentam.

As pessoas estão com mais dinheiro no bolso. Todas as estatísticas apontam para uma melhoria significativa de renda, perto de 6%, e de consumo, perto de 5%, ao longo de 2007.

O que você pretende fazer com o 13º? Você tem dívidas? Que tal poupar 20% dele? Afinal de contas é um dinheiro extra.

Lembre-se, em Janeiro, mais pra o fim do mês, começam a chegar as faturas de cartões, os boletos bancários, o IPVA do carro, o material escolar, o IPTU e as novas mensalidades escolares.

Se você não se previnir, o salário de Janeiro e de Fevereiro não serão suficientes para quitar tantos compromissos.

Poupe parte do seu 13º, resista à tentação de consumir um monte de coisas de que não precisa. Resista às festas inúteis e bebedeiras intermináveis. Isso acaba em dívida. Escolha poupar agora e viver sossegado para viver muito melhor no futuro.

É isso, nosso trabalho aqui é sobre construir um futuro melhor.

É PRA JÁ!

Estamos no FACEBOOK e no YOUTUBE. Que tal começar a mudar sua vida financeira? Poupe hoje. Entre em contato: cleber9998@gmail.com